Ilha do Campeche – Um pedaço do Caribe em Floripa!

Ilha do Campeche – Quem conhece não esquece.

A Ilha do Campeche é considerado por muitos o caribe brasileiro.

Ilha do Campeche – Quem não sonha em curtir as tão esperadas férias em um lugar lindo, tranquilo e cheio de belezas naturais? Quando falamos de destinos que tenham essas características logo pensamos em vários lugares fora do país, e quando o assunto é praia então, não há como não pensar no Caribe.

Sem dúvida alguma o Caribe é o paraíso em terra, o local é simplesmente magnifico e repleto de belezas naturais que são de encher os olhos, porém nós todos sabemos que para poder desfrutar de uma viagem desta é preciso ter uma boa quantia de dinheiro guardada na reserva, o que para muitas pessoas não é possível.

Porém se você acha que seu sonho de aproveitar as férias em um lugar paradisíaco como este está longe de se realizar, você está muito enganado, uma ótima solução para poder aproveitar ao máximo os dias de descanso e conhecer um local totalmente único é a Ilha do Campeche – Um pedaço do Caribe em Floripa!

E não é à toa que a Ilha do Campeche é considerada um pedaço do Caribe, assim que chegar no lugar vai perceber a imensidão dos atrativos naturais e das várias opções para se divertir que Floripa te proporciona.

O que fazer na Ilha do Campeche?

Trilhas, mergulho, caminhada, conhecer a história de Florianópolis, mergulhar em águas cristalinas, essas são algumas das coisas para se fazer na Ilha do Campeche.

Trilhas Monitoradas

Os barcos que chegam à Ilha atracam diretamente na Praia da Enseada. Com cerca de 400 metros, esse é o único ponto da ilha em que os visitantes podem ficar.

Para conhecer as trilhas, costões, sítios arqueológicos e os monumentos rochosos é necessário contratar os serviços de monitores credenciados pelo IPHAN. Existe uma taxa para realizar as trilhas, onde a verba é destinada ao pagamento da equipe de monitores, manutenção da ilha e o restante vai para o fundo de manejo e conservação da Ilha do Campeche. O valor pago por passeio em trilha terrestre varia entre R$ 10,00 e R$ 25,00 por pessoa, dependendo da opção do passeio. O passeio com trajeto mais longo só pode ser realizado com agendamento prévio e por visitantes com uma boa condição física e portando calçados apropriados (tênis).

O passeio com mergulho em trilha subaquática dura aproximadamente 1h30 minutos e custa R$ 60,00 por pessoa. Neste valor está incluso o aluguel de roupa de neoprene, máscara, snorkel, nadadeiras, o acompanhamento de um monitor exclusivo para cada grupo de 04 pessoas e transporte até a trilha em embarcação de pesca artesanal. É expressamente proibido percorrer as trilhas sem o acompanhamento de monitores credenciados (camiseta azul), portar alimentos e bebidas em latas ou garrafas, principalmente alcoólicas, exceto água e isotônicos. Também é proibido acampar, fazer fogueiras, levar ou coletar animais, conchas e plantas e subir nas pedras e costões nas extremidades norte e sul da praia.

Durante a temporada de verão há salva-vidas monitorando os banhistas na praia, por tanto, a remoção de pessoas em casos de emergência é feita somente por barco ou helicóptero.

Na ilha não há recipientes para o descarte de lixo de qualquer tipo, logo, é imprescindível levar sacos plásticos para armazenar todos os resíduos produzidos e trazê-los de volta com você no barco. A visitação a Ilha do Campeche está condicionada às condições climáticas, podendo ser fechada a qualquer momento, por motivos de segurança dos visitantes e de conservação do patrimônio. Para que a preservação deste frágil ecossistema seja efetiva, são permitidos no máximo 800 visitantes por dia no local.

Conheça algumas trilhas da Ilha

Na Ilha do Campeche, tem algumas ilhas que podem ser feitas com os guias.

Caverna dos Morcegos, Letreiro, Pedra Fincada, Volta Norte, Pedra Preta do Sul, Pedra da Vigia

Ilha do Campeche – Mergulhando em águas cristalinas.

Ilha do Campeche

Ilha do Campeche

Assim que você entrar embaixo d’água você já vai poder observar e interagir com a para estonteante fauna e flora marinha da ilha de Campeche, a visão da vida marinha presente na ilha vai ser sem dúvida alguma umas das coisas mais lindas que você já viu na vida.

Na época de alta temporada, principalmente no início do verão já é possível ver o ápice deste espetáculo natural. As águas da Ilha de Campeche são tão cristalinas que chegam a ser quase transparentes, dessa forma é como se o mergulhador estivesse vendo as belezas marinhas em HD de tão límpida que é a água.

Para os mergulhadores mais experientes e que gostam de ir até o fundo das águas para conhecer mais sobre o local, na Ilha do Campeche é possível ter visibilidade até 13 metros de profundidade.

O melhor de tudo é que a ilha ainda tem vários instrutores de mergulho para quem deseja aprender a mergulhar e também faz o aluguel dos equipamentos necessários para a pratica do mergulho, dessa forma você pode aproveitar ainda mais a sua estadia neste local tão lindo, é por essas e outras que a Ilha do Campeche – Um pedaço do Caribe em Floripa é considerado um dos pontos mais magníficos do Brasil.

Muito legal não é? Se deseja conhecer essa maravilha já entre em contato com a Férias Floripa e reserve um imóvel.

Ilha do Campeche – Trilhas e os melhores pontos de mergulho.

Ilha do Campeche

Ilha do Campeche

Durante o início e o fim do verão a ilha receber mais de 40 mil visitantes, são cerca 780 pessoas por dia, isso sem falar nos finais de semana.

Na Ilha do Campeche ainda existem várias trilhas terrestres e subaquáticas, a grande maioria delas são abertas aos turistas e educativas, dessa forma, existe sempre um guia para auxiliar nestas trilhas, tanto no quisto dos cuidados que são importantes para garantir a segurança do passeio como para fornecer as melhores localizações, os lugares mais bonitos e os pontos mais apreciados.

Para quem não abre mão de um bom mergulho os melhores pontos para mergulho ficam no Norte e no Sul da ilha, o local além de ter um posição privilegiada, sendo protegido de correntes de água, ainda é reconhecido internacionalmente pela biodiversidade marinha, pela limpidez das águas.

A preocupação com a limpidez da água é tão grande que todos os dias, são feitas duas medições para verificar a transparência da água, sendo a primeira antes das atividades e logo após a finalização destas.Esses são apenas alguns dos motivos que fazem da Ilha do Campeche ser um dos locais escolhidos por centenas de pessoas.

Sítios Arqueológicos

Com mais de 100 petróglifos distribuídos em 10 sítios arqueológicos, nove estações líticas, monumentos rochosos e sítios de ocupação, a Ilha do Campeche foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan no ano de 2000 como Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional. Segundo pesquisas arqueológicas, o local possui sozinho mais inscrições rupestres que a Ilha de Santa Catarina, a Ilha do Arvoredo e a Ilha das Aranhas, todas juntas. Entre os sinais deixados pelos povos antigos estão símbolos geométricos, flechas, zoomorfos, antropomorfos e as máscaras, também encontradas nos costões da Praia do Santinho.

Fauna em Desequilíbrio

Com a ocupação da Ilha pela Associação Couto de Magalhães, alguns animais exóticos foram inseridos no local para que exterminassem escorpiões e para que servissem de caça aos pescadores que por ventura ficassem isolados por conta do mau tempo. Com isso, macacos, quatis, galinhas e patos passaram a fazer parte do ecossistema, provocando desequilíbrio ecológico. Com a mudança de objetivo da Associação de Caça e Pesca Couto de Magalhães para Preservação da Ilha do Campeche, os macacos e patos foram eliminados da Ilha. No entanto, os quatis ainda permanecem no local se alimentando, não apenas de minhocas, frutas e insetos, mas também de ovos de pássaros como o tiê-sangue, que está ameaçado de extinção e de alimentos fornecidos pelos turistas, como batata frita, salgadinhos, arroz, peixe frito.  Portanto, pede-se que não alimentem os animais, pois eles passam a deixar seus habitats para irem em busca de guloseimas. Assim, quando não encontram alimento, vasculharem as lixeiras, mordem as pessoas e trazem risco de doenças, como a raiva. Isso pode causar um impacto ambiental. Ao se alimentarem de frutos, por exemplo, eles cumprem o ciclo e um papel ecológico para o meio ambiente. Algumas sementes germinam depois que passam pelo intestino e estômago desses animais.

Vegetação Nativa

A mata atlântica abundante na Ilha começou a ser modificada já com os primeiros colonizadores europeus. O principal foco era o pau-campeche, que dá nome ao local e que, a exemplo do pau-brasil, era largamente utilizado para tingir tecidos. Além do extrativismo, a vegetação deu lugar a plantações de mandioca que alimentavam os pescadores estabelecidos na Ilha. Com o tombamento da Ilha, tanto a degradação por extração quanto o cultivo de plantas exóticas deram novamente espaço à floresta ombrófila densa, que hoje ocupa uma área de 52 hectares.

Como chegar na Ilha do Campeche?

Para realizar os passeios na ilha é preciso ir através de uma embarcação, ou os mais aventureiros podem optar por ir de prancha, caiaque ou jetsky, tudo vai variar conforme o que você preferir. Caso opte por ir de barco os turísticas devem ir até os locais de ondem estes barcos partem que são:

Barra da Lagoa, Armação e Campeche. As embarcações partem para a ilha às 9h e retornam dela pontualmente às 17h. conforme o local de embarcação.

Valores são cobrados por pessoa conforme o local de embarcação.:

Baixa Temporada: R$ 80,00 por pessoa, para grupos grandes pode ocorrer negociação no embarque.

Alta Temporada:
R$ 100,00 a R$ 150,00

Realmente, os valores são caros, como a ilha tem um limite diário, acaba ficando caro para todo mundo, para turistas e moradores de Florianópolis que queiram visitar este paraíso.

Porém não recomendamos que tente ir a nado, ok? A não ser que seja um nadador medalhista olímpico ou fera em travessias, porém é necessário ter todo um acompanhamento de resgate.

Atualmente existe uma travessia, realizada uma vez por ano, chamado Travessia da Ilha do Campeche. 

 

Mais informações sobre a visitação:

Programa de Visitação e Conservação da Ilha do Campeche – Centro de Informações: (48) 98416-8476 (das 9h às 13h).

Associação de Pescadores Artesanais da Praia da Armação: (48) 99902-3233.

Associação de Transporte da Armação: (48) 99843-04097.

Associação de Transporte do Campeche: (48) 3338-3160.

Associação de Transporte da Barra da Lagoa: (48) 3232-4019.

 

 

Gostou do artigo?
Comente ou compartilhe!

Deseja conhecer mais Florianópolis?
Assine nossa newslatter.

Comprar um imóvel em Florianópolis ou alugar um imóvel de férias?
Entre em contato conosco.
www.feriasfloripa.com.br

Imóvel Disponível para locação na praia do Campeche!

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Estela disse:

    Qual o melhor lugar pra fazer a embarcação???

    • Depende muito do seu estilo, se você quiser algo mais rápido pelo Campeche através de bote, você se molha e é mais aventura, se quiser algo mais tranquilo e sem pressa para chegar, aí pela Armação. Atenciosamente, Diogo Fernando de Souza – Férias Floripa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Campos obrigatórios